LESS ON-LINE

MORE ON-LIFE

Quantas vezes viram o vosso feed do Instagram hoje? E o do Facebook? E de todas essas vezes, quantas deram por vós a ver as mesmas publicações?

Não me interpretem mal, a internet está em todo o lado, e o smartphone faz parte da nossa rotina, tanto social como profissional. Mas precisamente por esta facilidade de acesso à internet, damos por nós, por vezes, demasiado agarradas ao smartphone ou ao computador.

Sem esquecer os benefícios que estes aparelhos trouxeram, dou-vos algumas dicas para passar mais tempo offline, o objetivo é mais que óbvio: aproveitar mais a vida real que nos rodeia. É que por vezes nem temos a noção de que este pequenino ecrã passa demasiado tempo a privar-nos de outras coisas. Ora vejam se não tenho razão:

– Contem o tempo que passam na internet e o número de vezes que agarram o telemóvel para checar as redes sociais:

Isto sem contar com o tempo que passam a trabalhar, é claro. Acreditem, ao final do dia vão ver que, em 24 horas, o tempo passado a olhar para o telemóvel poderia ter sido melhor aproveitado

– Tornem o acesso ao smartphone e próprias redes sociais mais difícil:

Mal acordam, e ainda antes de sair da cama, já estão a fazer scroll no feed do Instagram? Deixem o smartphone longe da cama – mesmo que o vosso despertador seja o próprio telemóvel. É normal, e ajuda a passar o tempo, ver os emails e redes sociais quando estamos à espera do autocarro ou noutros momentos rotineiros, mas faz sentido irmos ao Facebook durante um café ou mesmo quando estamos no sofá a ver um filme? Mais: não memorizem as palavras passe das vossas redes sociais no smartphone. Além de ser mais seguro, vai certamente evitar que visitem três vezes o Facebook no espaço de uma hora.

– Restrinjam as notificações a coisas mesmo importantes:

o telemóvel apita sempre que recebem um email? Mesmo que seja uma newsletter que raramente leem? Claramente não é nada que tenha de ser lido na hora, mas fará com que peguem outra vez no smartphone. E já que ele está na mão…

A regra também se aplica a redes sociais. Claro que temos curiosidade em ver os comentários recebidos àquela foto que acabamos de postar, mas não será preferível lê-los todos com calma, na altura que decidirmos que é hora de ver as redes sociais?

– Vivam a vida fora dos ecrãs:

Há aplicações que nos ajudam muito no dia-a-dia, é certo, mas em vez de irmos logo ao Google Maps, por que não explorar um pouco as ruas da cidade. Em vez de irem imediatamente a sites que opinam restaurantes, peçam sugestões a locais do sítio que estão a visitar. Em vez de um comentário todo carinhoso à vossa amiga que acabou de publicar uma foto nova, encontrem-na pessoalmente para por a conversa em dia.

Por vezes estamos tão agarrados aos smartphones que deixarmos que nos passe ao lado o que verdadeiramente importa. É isso não significa que tenhamos de apagar  todas as nossas contas e passar a usar um daqueles telemóveis que só servem para chamadas e mensagens.

Acham estas dicas difíceis ou consideram-se mesmo viciadas no mundo online? Então a última dica é especial para vocês:

– Façam um detox:

Um dia inteiro sem aceder à internet sem ser para trabalhar. Nos momentos de pausa, levantem-se da secretaria e vão dar uma volta, nem que seja para ir buscar um copo de água ou dar dois dedos de conversa com algum colega. Verão como há coisas que devem mesmo passar para segundo plano e que o que nos rodeia quando levantamos a cabeça do ecrã é que realmente importa.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Reddit0Share on Tumblr0