UNCONDITIONAL LOVE

Dia da Mãe

A incondicionalidade do amor é questionada até aos pilares da essência.
Menos este. Menos o que é tão orgânico que vem dos poros, do peito, das mãos. Menos o que não existe só pelo facto de dar vida, mas pela vida que carrega para sempre. Que leva ao colo com o olhar e o coração e a alma.
Este amor não se questiona. Este amor é demasiado cru para ser escrito, pensado, gritado. Este amor só serve para ser vivido, para além de todas as explicações, de todas as fórmulas matemáticas, de todas equações complexas e racionais que as limitações da espécie impõem ao consciente.
Este amor é tudo. Feliz Dia da Mãe.

___________________

Unconditional love is questioned by the pillars of it’s essence.
Except this one. Except the one that is so organic that comes from the pores, chest, hands. Except the one that exists not only because of the gift of life, but the life that it carries forever. Taking you on it’s lap with the look and the heart and the soul.
This love is not questioned. This love is too raw to be written, thought , cried. This love is only meant to be lived, apart from all explanations of all mathematical formulas, all complex and rational equations that the limitations imposed by the rational species.
This love is everything. Happy Mother’s Day.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Reddit0Share on Tumblr0