ISRAEL

A convite da marca de jóias Magnólia fui conhecer a marca mas principalmente o pais onde nasce esta marca especial com jóias únicas e feitas à mão, Israel. E existe melhor forma de conhecer a história da marca do que conhecer tudo sobre o que a rodeia? É bastante comum em Israel ver na rua fácilmente uma mulher com uma jóia Magnólia. Elas são fãs da marca.

Quando recebi o convite fiquei super curiosa, primeiro porque Israel não fazia parte da minha rota de viagens, não sei porque mas nunca despertou o meu interesse, estava mesmo, mesmo no fim da lista. Confesso que não pesquisei nada nem me informei. Fui a cru! Dias antes da viagem na reunião de grupo fomos avisados que entrar no país não era nada fácil, que era chato e que tinhamos de ser pacientes porque trata-se de um procedimento normal. Por isso ai sim, fui preparada.

Aeroporto de Lisboa, sobrevivi, entrar em Tel Aviv também. A parte mais difícil já tinha passado agora era usufruir e conhecer.

Começemos por partes…: Tela vive! Mas que cidade é esta? Que vida é esta? Tudo a fazer desporto! Praia cheia, calçadão cheio, aulas de ioga na praia, padel, volei de praia, pessoas a correr com cães, WOW!!! Fiquei mesmo surpreendida com a energia desta cidade, confesso que não era bem a ideia que tinha do que iria encontrar.

Mesmo à noite, nos restaurantes, a qualquer dia da semana estava sempre tudo cheio. A “movida” nocturna ao nível de Nova Iorque e não estou a exagerar!!

Mudando um pouco o cenário, Jerusalém também fez parte da viagem. Israel é um país pequeno por isso as viagens entre cidades faz-se bastante bem e numa semana podemos ficar a conhecer diversos locais e cidades de Israel.

Jerusalém a cidade mais sagrada do mundo. Várias religiões, várias culturas e pessoas de todo o mundo ali chegam. A fé move as pessoas e mesmo para quem é Ateu não fica indiferente ao que ali se vive. O Muro das Lamentações confesso que é surpreendente, esse momento de tocar no muro e pensar para nós algumas palavras, ficará para sempre marcado na minha memória.

Mar Morto!!!! Terceiro local, mais uma experiência fantástica, não só pelos 42 graus que se faziam sentir (acreditem, muito quente mesmo), mas por ver aquele Mar de sal com um azul turquesa lindíssimo e desejosa de entrar, e quando entro….. uma autêntica sopa!!! Ai…. pensava eu que me ia refrescar. Foi tudo menos refrescante. Flutua-se, sente-se o silêncio, o calor no rosto, aprecia-se as montanhas da Jordânia que ajudam no cenário… muito bom!

Muito resumidamente: VÃO A ISRAEL! Vale muito a pena, tenho a certeza absoluta que não se irão arrepender. Adorei e quero voltar um dia.

Vou deixar aqui alguns restaurantes que fui e que comi muitíssimo bem:

Tel Aviv:

Yassou, fica de frente para a praia, se bem que fui lá jantar e não se via nada. O ambiente/decoração típico Israelita (peçam o rissoto de trufas, o melhor que comi na minha vida);

Social Club, optimo para jantar, tem um ambiente muito cosmopolitan europeu.

Para almoçar em Jerusalém o MachneYuda. Comida tipica Israelita de um chef mega famoso que abriu um restaurante recentemente em Londres e está a ser o maior sucesso. Adorei!

Espero que tenha aguçado a vossa vontade de conhecer este país e a Magnólia 🙂

VM

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Reddit0Share on Tumblr0