CASA DO JUNCAL

GUIMARÃES

Vim uma vez na minha vida a Guimarães e prometi que um dia voltada, por isso quando neste roteiro havia dois locais na cidade achei que era óptima oportunidade conhecer melhor Guimarães.

A chegada fez-se pela hora de almoço, por isso fizemos logo uma pausa para almoçar e depois de muitos conselhos  o restaurante “café Oriental” ganhou e fomos experimentar. Bom e barato existe no norte como é obvio, qualidade máxima e comida típica portuguesa. Obrigada!

Na primeira noite ficámos na Casa Do Juncal, fruto de uma recuperação cuidada e pormenorizada, conforto e bem estar é a palavra de ordem. Uma decoração linda, fotografias ao longo do corredor, respira-se arte nesta casa. Fiquei alojada num duplex com vista para o largo. A Casa Do Juncal fica mesmo no certo histórico de Guimarães. Não se preocupem com o estacionamento porque o hotel dispões de lugares para os hospedes mesmo à porta. Foi ai que parei o meu Mitsubishi ASX e nunca mais foi preciso andar nele porque daqui faz-se tudo a pé.

Malas arrumadas e fomos conhecer o centro histórico da cidade. O calor era muito chegava aos 35º graus, as arcadas faziam as delicias com sombras frescas para os turistas. Claro que depois de muito passear sobre este sol, quando regressei ao hotel tive de hidratar a minha pele com NIVEA Sun After Sun SOS. E ela agradece.

Antes de ir conhecer mais um dos melhores restaurantes de Guimarães aproveitei o fim de tarde no jardim das traseiras da Casa do Juncal e deliciei-me com o meu Häagen-Dazs de chocolate branco amêndoas!

Amanhã novo dia em Guimarães e irei conhecer o castelo!

Share on Facebook71Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Reddit0Share on Tumblr0