CALDAS DA FELGUEIRA

Casas do Pátio

Despedi me do Fundão já com saudades, mas o roteiro não pode parar e Caldas da Felgueira esperava por nós. Decidimos ir pela nacional, com o GPS integrado no SEAT Leon X-perience ele leva-nos onde queremos e escolhemos a rota, e o caminho passava por atravessar a Serra da Estrela, isto é… subir até lá a cima e voltar a descer pelo outro lado. Confesso que nunca tinha subido à Serra da Estrela por achar sempre confuso quando neva. Não foi o caso. Não há neve, há sol e uma Serra cheia de vegetação com curvas de cortar a respiração. A grandeza da Serra chama por umas fotografias e também para praticar ciclismo, apanhamos muitos (loucos) aventureiros.

Chegada a Caldas da Felgueira as Casas do Pátio destacam-se no meio de casas velhas. Sem identificação do local descobrimos de longe muito facilmente que  “só pode ser ali”.

Duas irmãs empreendedoras sem querer deixar ao abandono a antiga casa dos avós, arregaçaram mangas e investiram numa nova forma de turismo na vila e com ambição de levar cada vez mais pessoas a conhecer as maravilhas de onde nasceram.

A arquitectura moderna mistura-se com as paredes de pedra originais, como as próprias dizem ” deixaram a côdea e mudaram o miolo”.  São 4 casas, uma delas preparada para receber pessoas com mobilidade reduzida. Cada casa representa um dos quatro elementos da Natureza e partilham entre todas o pátio. Cada casa no topo apresenta um terraço com uma vista para a encosta do rio Mondego.

A palavra predominante é o bom gosto e o carinho com que falam do seu projecto, do lanchinho que nos recebeu ao pequeno-almoco que levam de manha confeccionado pelas próprias. Fazem nos sentir em casa.

No meio disto tudo fizeram questão de pegarem no seu jipe e levarem nos a conhecer as vinhas da família e um passeio rápido pela vila, este roteiro leva-nos ao interior de Portugal e mesmo sem estarmos no litoral e sem exposição solar na piscina eu coloco sempre sem excepção protector solar 50 NIVEA Sun Protect & Bronze no rosto, não é gorduroso. A pele do rosto é muito sensível e eu protejo me sempre, todos os dias. E ontem Viseu que ficam a 20km de Caldas de Felgueiras estava em alerta por apresentar um risco alto de exposição aos raios ultravioleta (UV). Mesmo que o tempo esteja “encoberto” temos de proteger o nosso rosto que está sempre em contacto com os raios.

Ao chegar ao fim do dia o terraço oferece uma paisagem circundante e tranquila de Caldas de Felgueiras, Chocolate Belga Häagen-Dazs acompanhou me neste momento de pura descontracção.

Sigam-me através das redes sociais (Instagram @vanesssamartins, Snapchat @vansomar) e vejam os meus looks Billabong.

Todas as fotografias são tiradas a partir de uma Canon EOS 1200D.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Reddit0Share on Tumblr0