UM DIA, TODOS OS DIAS

Todas as manhãs, o mesmo drama. Até hoje.

Entra a nova coleção da Mango. Com cinturas subidas, com neutros, com camurça, com básicos. Com uma primavera sem falhas, sem dramas, com uma transição suave. Reinventam-se os anos 70 na descontração das silhuetas, nos cortes perfeitos, nas peças que abraçam o corpo feminino de uma forma que nos permite não perder uma hora por dia, todos os dias, a decidir o que conjugar com o quê.

Todas as peças se interligam, toda a coleção atinge um climax de harmonia que funde a necessidade de destaque com a urgência de facilidade. Queremos respirar fundo, acordar devagar, entrar em roupa que seja tão confortável como bonita, que seja tão especial quanto nossa. Agora, encontrámo-la.

VM

___________

Every morning, the same drama. Until today.

Enter Mango’s new collection. With the raise of the waistlines, with neutrals, with suede, with basics. With a flawless spring, no dramas, with a smooth transition. Reinventing the 70’s in relaxed silhouettes, in perfect cuts, in pieces that embrace the female body in a way that allows us not lose an hour a day, every day, deciding what to combine with what.

All pieces are interconnected, the entire collection reaches a climax of harmony that links the need of highlight and the urgency of ease. We want to take a deep breath, to wake up slowly, going into clothing that is as comfortable as beautiful «, that is as special as ours. Now, we found them.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Reddit0Share on Tumblr0