MENOS É MAXI

Se existe qualquer coisa parecida com “estilo instantâneo”, é um vestido comprido.

Um maxi dress é como uma mulher independente: não precisa de mais ninguém, não pede ajuda a nada, não precisa de validação para existir. Não é uma tendência. É um dado adquirido.

É um truque, se assim lhe quisermos chamar. Uma saída de emergência, a peça que não pode faltar em nenhum armário. Pode ser a melhor amiga quando o humor está em baixo e não há vontade de escolher o que vestir; pode ser o salva-vidas quando surge um compromisso inesperado e não há tempo para pensar no outfit; pode ser o fruto da elegância quando usado com simplicidade ou o amante do arrojo quando acessorizado com mestria.

O vestido cuja bainha atinge os pés é uma das nossas armas: cabe-nos a nós saber como usá-la.

 

Irina Chitas

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest5Share on Reddit0Share on Tumblr0